Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Austrália’

Notícia do G1

Mordida surpreendeu o ridgeback, que largou ‘Buddy’.
Ridgeback havia atacado o cão de estimação de Phillip Lane.

0,,32927975-FMM,00

Phillip Lane com seu cãozinho de estimação 'Buddy'. (Foto: Reprodução/Courier Mail)

Após um cão da raça ridgeback atacar o cãozinho “Buddy”, de dois anos de idade, em Collendina Beach, na Austrália, o australiano Phillip Lane mordeu o cachorro agressor  para salvar seu animal de estimação , segundo reportagem do jornal “Courier Mail”. (mais…)

Read Full Post »

Notícia do G1

Agentes da RPSCA usaram câmeras para localizar o animal.
‘Scooby’ estava confuso e, por isso, não conseguiu sair da caverna.

Cão 'Scooby' ficou preso na caverna de uma propriedade rural em Sweetmans Creek. (Foto: Reprodução/ABC News)

Cão 'Scooby' ficou preso na caverna de uma propriedade rural em Sweetmans Creek. (Foto: Reprodução/ABC News)

O cão “Scooby” foi resgatado na última quarta-feira (9) por uma entidade de proteção de animais após ficar cinco dias preso em uma caverna no estado da Nova Gales do Sul, na Austrália, segundo reportagem da emissora australiana “ABC News”.

O animal ficou preso na caverna de uma propriedade rural em Sweetmans Creek no último domingo, quando correu para dentro dela enquanto passeava com seu dono.

Os agentes da RPSCA (entidade de proteção de animais) usaram câmeras para localizá-lo. Segundo a porta-voz da RSPCA, Kylie Prowse, “Scooby” estava confuso e, por isso, não conseguiu sair de dentro da caverna sozinho.

Read Full Post »

Vídeo: GloboNews

A cadelinha Sophie Tucker deu um grande susto em sua família, mas depois de quatro meses, a história acabou bem. Sophie caiu do iate de sua dona, Jan Griffith, nadou por cerca de 10 km em águas infestadas de tubarões e sobreviveu, sozinha, em uma ilha deserta na costa da Austrália.

“Achei que nunca mais fosse vê-la”, afirmou Jan, que reencontrou o animal de estimação neste domingo. Sophie estava desaparecida desde dezembro, quando uma tempestade a derrubou do iate da família na região de Queensland, na Austrália.

Pescadores que frequentam a ilha deserta desconfiaram da presença da cadela no local após encontrarem corpos de cabritinhos e coalas, animais que normalmente não encontram predadores no local. “Quando me disseram que ela podia estar na ilha, achei que fosse mentira”, diz Jan. “O local fica há quase 10 km da área onde ela caiu do barco.”

Moradores da região se surpreendem com o fato de Sophie não ter sido atacada por tubarões no trecho que a separava da ilha. A região é infestada por tubarões-tigre e tubarões cabeça-de-martelo.

Read Full Post »

Notícia do G1
Cena inusitada aconteceu na cidade de Darwin, na Austrália.
Porta-voz do município disse que a decisão dos fiscais foi acertada.

Australiana Marilyn Feneley com seu cão de estimação. (Foto: Reprodução/NT News)

Australiana Marilyn Feneley com seu cão de estimação. (Foto: Reprodução/NT News)

Um cão recebeu uma multa de trânsito na cidade de Darwin, na Austrália, porque estava parado em um “lugar proibido”, segundo reportagem do jornal australiano “Northern Territory News”.

De acordo com o periódico, a professora Marilyn Feneley prendeu o cachorro em uma cerca antes de entrar em uma loja. Mas, quando os agentes de trânsito chegaram, eles consideraram que ela não poderia ter deixado o animal naquele lugar.

Ray McEvoy, que testemunhou a cena, disse ao jornal que não podia acreditar no que estava vendo. Segundo ele, dois agentes se aproximaram, aplicaram uma multa e a colocaram na coleira do cachorro.

O porta-voz do município, Grant Fenton, disse que a decisão dos fiscais foi acertada. “Você não pode amarrar um cão e sair”, destacou Fenton.

Read Full Post »

(Fonte BBC Brasil)

Sophie Tucker se alimentou de filhotes de cabra selvagem

Sophie Tucker se alimentou de filhotes de cabra selvagem

Uma cadela de estimação caiu de um iate na Austrália e foi encontrada quatro meses depois, em uma ilha remota.

O animal, batizado de Sophie Tucker em homenagem a uma comediante americana, sumiu quando o iate de seus donos, Jan e Dave Griffith, navegava por mar agitado na altura de Mackay, na costa de Queensland, em novembro passado.

O casal achou que Sophie tinha se afogado, mas ela conseguiu nadar cerca de 9,7 quilômetros, atravessando uma área infestada de tubarões, e chegou à ilha de St Bees, uma formação vulcânica cercada de recifes.

A cadela foi encontrada por uma patrulha da guarda costeira.

Jan Griffith disse que achou que nunca veria Sophie novamente, mas decidiu contatar a guarda de parques e vida marinha de Mackay depois que ouviu dizer que havia um cão vivendo em St Bees.

Jan disse que Sophie, um cachorro da raça Australian cattle dog desenvolvida em fazendas australianas, sobreviveu alimentando-se de caranguejos até aprender a caçar filhotes de cabras selvagens.

“Ela foi avistada em St Bees e estava em mau estado até que, de repente, melhorou de aparência e foi aí que eles descobriram que ela estava comendo cabras”, contou Jan Griffith.

“Ela tinha se tornado selvagem e feroz. Não deixava ninguém chegar perto ou tocar nela. Ela não aceitava comida de ninguém”, acrescentou.

Mas depois de um reencontro cheio de emoção, os donos de Sophie disseram que ela está se readaptando rapidamente ao conforto doméstico.

Read Full Post »

(Notícia do G1)

O que aconteceu com ‘Muffy’ ainda é um grande mistério.
Cadela havia sumido em Brisbane, que fica a 1.700 km de Melbourne.

Cadela chamada 'Muffy' foi encontrada em Melbourne, na Austrália, nove anos depois de ter desaparecida em Brisbane. (Foto: Reprodução/Herald Sun)
Cadela chamada ‘Muffy’ foi encontrada em Melbourne, na Austrália, nove anos depois de ter desaparecida em Brisbane. (Foto: Reprodução/Herald Sun)

A cadela chamada “Muffy” foi encontrada em Melbourne, na Austrália, nove anos depois de desaparecer em Brisbane – as duas cidades ficam a quase 1.700 km de distância uma da outra -, segundo o jornal australiano “Herald Sun“.

Chloe Rushby tinha apenas oito anos de idade quando seu animal de estimação sumiu. Hoje, está com 17. Chloe e sua família ficaram eufóricas após receberem uma ligação da RSPCA (Sociedade para Proteção dos Animais) de que a cadela tinha sido achada.

Segundo Gail Coulter, da RSPCA, “eles ficaram inicialmente chocados e confusos. Mas, quando mencionei o nome Muffy, que constava no chip, e dei uma descrição dela, eles ficaram extremamente animados”.

De acordo com Coulter, o que aconteceu com “Muffy” ainda é um grande mistério.

Read Full Post »